segunda-feira, julho 11, 2011

Sonho 1

….e por detrás daquele quadro bonito estava o filme que o meu avô tinha feito há cerca de 50 anos!

Enquanto estava naquele quarto sozinha, vi passar o filme na parede! Tinha imagens que há muito não recordava, mas que são quase impossíveis de passar ao papel. Tinha imagens de Oeiras, no início dos anos sessenta do século passado, quando fui para lá morar. Devem ter sido feitas pelo meu avô um dia inspirado pela beleza daquele local. Olhando o horizonte ainda não se vislumbravam os prédios que iriam encher a colina que vai até ao cemitério, eram só campos, carroças com burros e quintas a encher o que os meus olhos viam. As imagens eram a preto e branco, mas tinham o não sei quê de especial de uns tempos já idos.


Parei para pensar. As imagens desapareceram e ficou o quarto escuro. De onde tinha sido aquilo projectado? Com certeza que estava algum projector escondido nalgum lado?! Não encontrei nada, mas por detrás do quadro, estava uma bobine de filme igualzinha aquelas que o meu avô costumava usar para nos filmar em dias especiais – aniversários, Natal, festas de família… escondi-a no bolso da minha saia (eu, que nunca uso saias, resolvi naquele dia usar uma!) e saí do quarto.

Entrei numa sala com uma secretária preta, à frente da qual estava um senhor sentado, muito sério, muito imponente, muito…..Nazi? Era o meu avô que me pedia para lhe entregar o filme! Não pode ser, como é que ele sabia que eu tinha o filme? Não, não tenho nada para lhe dar, de certeza, certezinha, o quadro era a única coisa no quarto e lá está ele pendurado na parede. Aponto para o quadro, que já lá não está… quem o levou? A minha mãe! Lá vai ela rua abaixo com o quadro debaixo do braço. Corro para a rua à procura dela (ainda com o filme no bolso) mas já não a vejo, tento ligar-lhe pelo telemóvel mas, como sempre, em caso de aflição, não encontro o número, não me lembro dele, não consigo marcar e….lá vem o meu pai do outro lado com a minha sobrinha Laura….vão ao MacDonalds….

Bem isto já está uma grande confusão, o melhor é acordar!

(foi isto mais ou menos que sonhei esta noite!)

Sem comentários: